sexta-feira, 16 de maio de 2008

Séries de que eu gosto (2) - Paul Foran (1)

A série foi uma criação de José Larraz no texto, sob o pseudónimo de Gil, e de Jesus Blasco no desenho, sob o pseudónimo de Montero. Mais tarde o desenho passou para Jordi Bernet.
O ultimo episódio na revista belga Spirou é só de Larraz, assinando como Watman.
A série foi criada para a revista Spirou, começando o primeiro episódio a ser publicado no nº 1591 em 10 de Outubro de 1968.


Paul Foran de Montero

Nas duas primeiras aventuras fica-se a saber que Paul Foran é um físico que trabalha na Brigada Especial, em França. Andou dez anos na universidade, presume-se que não apenas a estudar, e foi piloto de aviões, possuindo com várias condecorações.
Na sua primeira aventura, O mistério do lago, mostra os seus dotes de aviador, quando uma avioneta que ele pilota é atacada por um outro avião pilotado por bandidos.
O caso gira em torno de uma misteriosa doença que ataca os animais que vivem em volta de um lago.
O gang dos vampiros é a segunda aventura do herói, desta vez passada nos Estados Unidos, em que ajuda a noiva de um amigo.
Em Chantagem à Terra, terceiro episódio, Paul Foran viaja até ao Tibete, salvando a Terra de uma ameaça extraterrestre. É a aventura mais inverosímil de Foran. Também neste terceiro episódio surge uma personagem comum ao episódio inicial que parece ter algumas contradições. Trata-se de Nicole, que no primeiro episódio surge como colega de Foran, presumivelmente cientista, e no terceiro é apresentada como jornalista.
O quarto episódio da série, mas terceiro publicado em Portugal, designou-se A múmia, já com desenhos de Jordi e não de Blasco, e aborda o recorrente caso das maldições dos túmulos egípcios. A origem dos factos que justifica a aventura está no Egipto, mas é na Escócia que se vai dar a actuação de Paul Foran, que descobrirá uma explicação muito simples para todos os factos estranhos ocorridos.
Seguiu-se O habitante do moinho, onde mais uma vez seres estranhos e monstruosos acabam por se transformar após a investigação em homens de carne e osso. Dessa vez Paul Foran viajou até ao Canadá. É uma história com um argumento bem estruturado. Dentro das histórias realistas na série, até ao momento seria o melhor. Deste lote das realistas retiro a Chantagem à terra, que tem um argumento bastante interessante, mas que foge a este aspecto de realismo devido à intervenção extra-terrestre.
Em Os demónios da selva Foran deixa os temas misteriosos e envolve-se na luta contra um grupo de bandidos armados na selva entre a Birmânia e a India, tentando resgatar um cientista. Nessa aventura luta contra a bela Ling-Hur.
Em Tempestade nas Caraíbas, Foran volta defrontar um bando que tenta controlar uma ilha deste arquipélago. Mais uma vez recorre aos seus conhecimentos de aviador. Tem que pilotar um caça para derrotar os bandidos.
Esta duas histórias afastam-se da temática anterior da série. O terrorismo e banditismo internacional estão na origem destes episódios.
Voltam os temas de mistério em A sombra do gorila. Paul Foran viaja até à cordilheira dos Cárpatos para investigar a morte de um cientista francês, ocorrida num castelo onde outros cientistas se encontram reunidos. Foran tem que desvendar por que motivo lutou com um gorila embalsamado. A explicação desse seu acto esclarecerá todo o mistério, que nada tem de sobrenatural.
Um excelente argumento a juntar ao de O habitante do moinho. O desenho de Jordi evidencia uma qualidade muito superior ao seu início na série.


Paul Foran de Jordi Bernet

Existem mais dois episódios de que não encontrei qualquer referência de publicação em Portugal.


Esta série nasceu quando a revista Spirou tentou uma renovação fazendo uma aposta em desenhadores espanhóis. Os primeiros seis episódios foram publicados com pouco tempo de intervalo, mas o espaçamento temporal de mais de um ano, que passou a existir entre os episódios seguintes, parece mostrar algum desinteresse dos editores. A série terminou em 1979.
Foi pena.


Fica aqui a primeira página da série publicada no Mundo de Aventuras.





2 comentários:

Conceição disse...

Esta era uma das minhas séries preferidas, foi um prazer revelas aqui

Paulo disse...

Cara Conceição
Agradeço a sua visita e espero que possa voltar a ler outros posts que lhe agradem.