sábado, 17 de outubro de 2009

Autores - Vitor Péon (7)

Em 1977 saiu no Mundo de Aventuras Especial uma excelente história, O rei dos Lobos, com texto de Jorge Magalhães, uma marca da qualidade de Vítor Péon.

O rei dos Lobos
A sua série inglesa Simon Crane foi publicada no Mundo de Aventuras. São vários episódios que irregularmente irão sendo publicados. A revista escolheu, aliás, 13 histórias desta série para o seu último número em 15 de Janeiro de 1987.
Em 1978 na exposição 100 anos de Histórias aos Quadradinhos em Portugal a sua obra foi uma das que marcou obrigatoriamente presença.
Na década de setenta, após o seu regresso a Portugal, faz algumas capas para várias edições da Agência Portuguesa de Revistas: Mundo de Aventuras,

Capa desenhada por Vitor Peon

Selecções, Sandokan e Os grande heróis da Banda Desenhada.

Capa para o número 1

No Mundo de Aventuras ilustrou alguns contos, e no Jornal do Cuto saiu um problema policial de Edgar Caygill com ilustrações suas.

Ilustração para um conto

Publicou em 1979, nos Cadernos FAOJ, duas brochuras sobre Banda Desenhada e leccionou em 1980 um curso sobre banda Desenhada.
O ano de 1981 e 1982 marcaram a edição de novos originais na banda desenhada: A grande aventura dos templários, editado pela Fundação Gulbenkian, Gesta heróica e Factos e Aventuras da História de Portugal integrados na XVII Exposição Europeia de Arte, Ciência e Cultura.

A grande aventura dos templários
Algumas destas histórias seriam reeditadas mais tarde, em 1985, na revista Jornal da BD.
Em 1982 foi colocada no mercado uma colecção de cromos desenhada por Vítor Peon: Os conquistadores do Universo, com a história da evolução tecnológica da conquista do espaço.

Cromo de Os conquistadores do Universo

No ano seguinte ilustrou um livro patrocinado pela Caixa Geral de Depósitos, intitulado Epopeia dos descobrimentos portugueses, e fez os desenhosde Abelhinha da Asa Curta e a Libelinha Furta-furta editado pela Distri.
Em 1985 recebeu, atribuído pelo Clube Português de Banda Desenhada, o troféu O Mosquito, por uma vida dedicada à BD. Foi feita uma reedição em álbum da história Jornada nos Mares da China, e no Clube Naval de Lisboa fez uma exposição, Vítor Peon e os descobrimentos, com mais de trinta quadros.
Em 1990 o Clube Português de Banda Desenhada realizou no Fórum Picoas uma exposição retrospectiva da sua obra.
Vítor Peon morreu em 5 de Novembro de 1991 deixando uma extensa obra na banda desenhada.
Em 1993 a e 1994 as Edições Asa reeditaram dois álbuns seus A casa da Azenha e O Buda de Marfim/ Uma aventura no Oriente. A nova versão foi colorida sendo a cor da autoria de Catherine Labey.

Capa da reedição em álbum de O buda de marfim

Sem comentários: